Fórmula Truck | Etapa de Guaporé

Truck inicia temporada em
Guaporé com vitória de Giaffone

Segunda-feira, 08 de Março de 2010, 12:25

Orlei Silva/Fórmula Truck

Com novas cores em seu Volks, Giaffone passou Roberval no 10º giro e manteve a ponta

Lucas Giavoni

A temporada 2010 da Fórmula Truck começou neste domingo (7) no circuito gaúcho de Guaporé com uma dobradinha da Volkswagen, liderado pelo atual campeão Felipe Giaffone, que foi seguido pelo vice Valmir ‘Hisgué’ Benavides. O podium ainda teve Wellington Cirino (Mercedes), Leandro Reis (Scania) e Danilo Dirani (Ford). O pole-position Roberval Andrade, que estreou em seu Scania as cores do Corinthians, não terminou a prova.

Giaffone, que largou em 2º, assumiu a liderança em uma ultrapassagem arriscada na abertura da 11ª volta, quando chegou a tocar seu caminhão com Roberval na tomada da primeira curva. “Foi uma ultrapassagem em que tive que ir até o limite, retardando a freada ao máximo para conseguir fazer a curva por dentro e assumir a liderança”, confessou o vencedor da prova que agora faz parte de um campeonato com status de Sul-Americano.

Orlei Silva/Fórmula Truck

Roberval colocou o Timão na pole com o Scania biturbo, mas não completou a prova

Tanto Felipe quanto Roberval mantiveram a ordem até a 15ª volta, quando tiveram o ‘descanso’ da bandeira amarela programada e também outra amarela provocada pelo estouro do Scania de Zé Maria Reis, juntamente com o abandono do Iveco de Beto Monteiro. Pouco depois da bandeira verde, o Scania de Roberval – que carrega agora o número 100 em alusão ao centenário do novo parceiro Corinthians - apresentou problemas eletrônicos no giro 18, forçando-o a abandonar 4 voltas depois. Além das novas cores, Roberval também estreou um sistema biturbo em seu caminhão, com grande potencial.

“É ótimo começar o campeonato com mais uma dobradinha da equipe, repetindo a performance do ano passado", diz Giaffone, que ganhou em Guaporé em 2009 seguido pelo companheiro e chefe Renato Martins. Neste ano, porém, o chefe da RM Volks não chegou ao fim da prova por um problema mecânico, mesmo destino do outro caminhão da equipe, de Débora Rodrigues. Felipe saiu de Guaporé com 31 pontos: 25 pela vitória, 5 na liderança da amarela programada e mais um ponto extra pela melhor volta, marcada no 2º giro de prova.

Orlei Silva/Fórmula Truck

Leandro Reis fez corrida forte e consistente, fechando em 4º lugar

Sem o ‘corintiano’ Roberval no encalço, Felipe teve a vida facilitada. Seu companheiro Hisgué, que pulou para 3º na largada, seguia a dupla de perto no começo da corrida e quando Roberval quebrou, se manteve muito perto como um escudeiro, cruzando em 2º lugar, 1,4s atrás. Hisgué conseguiu manter o Mercedes de Wellington Cirino atrás de si por toda a prova, cruzando com vantagem de 2,7s.

O 4º lugar foi uma boa surpresa. Leandro Reis provou o potencial do Scania da equipe Original e conseguiu acompanhar o ritmo do Mercedes de Cirino por toda a prova. O piloto goiano disse que só não se lançou em uma briga pelo 3º lugar porque o radiador começou a vazar faltando 4 voltas para o fim, obrigando-o a aliviar o ritmo para chegar até o fim.

Quase abiscoitando a posição de Leandro (chegando apenas 0,8s atrás), a última vaga do podium ficou com Danilo Dirani, em boa estreia por equipe nova. Ele trocou a ABF Volvo (em vaga preenchida pelo experiente Diumar Bueno, que desfez sua equipe particular) e estreou pela Ford Racing Trucks, do agora aposentado Djalma Fogaça e realizou uma corrida forte, deixando para trás no começo o Mercedes de Geraldo Piquet, que fechou a prova em 6º lugar.

Estreantes e a dança de cadeiras

Orlei Silva/Fórmula Truck

Dirani trocou a ABF Volvo pela DF Ford e já subiu ao podium

Se entre as equipes mais competitivas quase não houve mudanças de pilotos ou equipamentos, o pelotão intermediário teve uma significativa dança de cadeiras. Como já foi dito, o rookie de 2009 Danilo Dirani deixou a ABF Volvo e foi para a DF Ford, abrindo vaga para Diumar Bueno, que fechou sua equipe.

Outro estreante da DF (e da Truck) é Bruno Junqueira, campeão da F3000 (2000), tri-vice da Cart/ChampCar (2002-04) e pole da Indy 500 (2002). Ainda em processo de aprendizagem – já que fez toda a carreira em levíssimos monopostos – Bruno largou em um tímido 20º lugar e acabou a prova em 14º, salvando 1 pontinho. O terceiro caminhão da DF continua com Andersom Toso, que fez suas primeiras corridas em 2009. Ele abandonou a prova precocemente na 11ª volta, com o cardan quebrado.

Orlei Silva/Fórmula Truck

Também pela DF, Bruno Junqueira retornou ao Brasil para competir na Truck

Além de Junqueira, outros dois pilotos também fizeram seu début na Truck. Paulo Salustiano veio da Stock Car, categoria na qual venceu uma etapa no ano passado, e assinou com a ABF Volvo, para correr ao lado de Diumar Bueno. Marcou o 17º tempo e fechou a prova em 11º - sendo o melhor dos novatos.

Mas entre os que chegaram agora, a grande novidade é Cristiano da Matta. Campeão 2002 da Cart/ChampCar e ex-piloto da Toyota na F1, ‘Kiki’ voltou definitivamente às pistas após seu grave acidente em 2006, quando atropelou um cervo em treinos pela ChampCar e permaneceu meses em coma. Um teste no fim do ano passado o colocou na equipe Iveco, para correr ao lado de Beto Monteiro, campeão de 2004 da Truck.

Orlei Silva/Fórmula Truck

Como é bom ver Da Matta acelerando de novo! Toda sorte do mundo para ele

Da Matta fez o 14º lugar nos treinos (apenas 0,7s atrás de Monteiro), mas na corrida, um toque na largada com Fabiano Brito (que também saiu da ABF Volvo para correr agora na ABF Ford) provocou um furo de pneu e problemas de dirigibilidade. Fabiano teve que abandonar e Da Matta perdeu muito tempo para trocar o pneu e reparar os danos, terminando em 16º, 3 voltas atrás.

Mas também houve boas estréias entre os que mudaram de equipe. Leandro Totti, que em 2009 correu pela ABF Ford, agora está com equipamento Mercedes. O paranaense chegou num valente 8º lugar, sem um dos 4 pneus traseiros! Esta foi a consequência da empolgante disputa de posição nas voltas finais com Pedro Muffato, que acabou exagerando um pouco nos esbarrões e foi punido pela direção de prova com 20s em seu tempo de prova. O veterano, que continua com seu próprio Scania da Muffatão Racing, ficou em 12º.

Orlei Silva/Fórmula Truck

Bravo ao volante, Totti se pegou com Muffato e chegou em 8º com um pneu a menos!

À frente de Totti chegou Adalberto Jardim, que depois de algumas provas com equipamento Ford em 2009, agora pilota o Volvo biturbo de Régis Boéssio, com quem juntou forças. O outro caminhão Volvo particular, da Clay Truck, continua com João Maistro, 10º colocado nesta primeira prova.

Dentre os que mudaram de equipe, faltou apenas falar de Vignaldo Fizio, que chegou em 15º. O experiente Vig, que no ano passado correu de Mercedes com algumas visitas ao podium, agora está na ABF Ford, ao lado de Fabiano Brito. Ambos terão um grande desafio pela frente, já que eles estão com um equipamento que não teve um bom aproveitamento em 2009 por conta de inúmeras falhas mecânicas.

As únicas ausências em Guaporé foram de José Canqueiro e Gastón Mazzacane. Ambos devem definir a permanência na Truck nas próximas semanas.

Orlei Silva/Fórmula Truck

O podium em Guaporé: Reis, Hisgué, Giaffone, Cirino e Dirani. O próximo será no Rio

Confira o resultado da prova em Guaporé, primeira do ano

1) [4] Felipe Giaffone (RM Volkswagen), 30 voltas em 1h00min54s264
2) [2] Valmir Benavides (RM Volkswagen), + 1.460
3) [6] Wellington Cirino (ABF Mercedes), + 4.184
4) [51] Leandro Reis (Original Reis Scania), + 5.282
5) [56] Danilo Dirani (DF Motorsports Ford), + 5.883
6) [3] Geraldo Piquet (ABF Mercedes), + 16.661
7) [23] Adalberto Jardim (Jardim Volvo), + 20.404
8) [73] Leandro Totti (ABF Mercedes), + 35.523
9) [11] Diumar Bueno (ABF Volvo), + 36.041
10) [14] João Maistro (Clay Truck Racing Volvo), + 36.404
11) [55] Paulo Salustiano (ABF Volvo), + 40.105
12) [20] Pedro Muffato (Muffatão Racing Scania), + 51.937
13) [50] Fred Marinelli (Marinelli Iveco), + 54.020
14) [8] Bruno Junqueira (DF Motorsports Ford), + 55.015
15) [10] Vignaldo Fizio (ABF Ford), + 59.717
16) [33] Cristiano da Matta (ABF Iveco), + 3 voltas
17) [7] Débora Rodrigues (RM Volkswagen), + 5 voltas

18) [100] Roberval Andrade (RVR Corinthians Scania), + 8 voltas
19) [88] Beto Monteiro (ABF Iveco), + 16 voltas
20) [12] Zé Maria Reis (Original Reis Scania), + 16 voltas
21) [9] Renato Martins (RM Volkswagen), + 19 voltas
22) [46] Andersom Toso (DF Motorsports Ford), + 21 voltas
23) [28] Fabiano Brito (ABF Ford), + 27 voltas

A próxima etapa, em 18/04, será disputada no Rio de Janeiro. É a primeira visita da Truck no mutilado e maltratado circuito de Jacarepaguá.